Pilates para Gestante

(0) comentários

pilates para gestantes

Pilates para Gestantes ajuda no fortalecimento do assoalho pélvico, prepara o corpo da gestante para as mudanças posturais (mudança de centro de gravidade e aumento da lordose lombar) diminuindo a sobrecarga da coluna e principalmente ajudando a manter o equilibrio que pode ficar prejudicado devido á instabilidade do quadril que está se preparando para a hora do parto; os ligamentos ficam mais frouxos e é comum ocorrer problemas de pinçamento do nervo ciático. Melhora a circulação e a capacidade respiratória, promovendo flexibilidade e relaxamento para a futura mãe.
A respiração exigida no Pilates e o controle corporal também ajudam no parto, através da melhora da capacidade de contração e relaxamento do assoalho pélvico na hora da expulsão do bebê. O fortalecimento do membro superior que também é focado no Pilates para gestantes, facilitando na hora de amamentar, e quando for carregar o bebê , pois fortalecemos o trapézio ( músculo do pescoço responsável pelas dores de ombro e cervical).

Muitas mães sofrem devido ao peso do bebê, por fraqueza nos membros superiores, usam muito os braços, pescoço projetando a barriga pra fora para apoiar o bebê, aumentando assim as dores cervicais e lombares.


Alguns cuidados:

Nos 3 primeiros meses de gestação, o feto está se fixando no útero e nesse período deve-se evitar um esforço abdominal grande e saltos. Existe um risco muito grande de aborto durante esse tempo e muitos médicos aconselham a evitar qualquer atividade física. Deve-se sempre perguntar antes ao seu médico, se você está liberada para a atividade. Sangramento vaginal, descolamento prematuro da placenta e hipertensão também são algumas contra indicações para a prática.
 
 
 
Outra informação importante é de que a partir do terceiro trimestre (7o mês), deve-se evitar deitar-se “de costas” por um periodo prolongado, pois o peso do feto pode pressionar a veia cava diminuindo a pressão arterial, faltando assim oxigênio para a mãe e para o feto podendo ocasionar desmaios ou vômitos.

Pilates no Pós-Parto

Quem fez Pilates ou qualquer outra atividade física antes do nascimento do bebê tende a ter uma recuperação no pós-parto mais acelerada. A volta às atividades varia de pessoa e irá depender da forma do parto:normal ou cesária. No normal as mães tendem a sair do hospital com o mínimo de desconforto. Já a cesária, logo após o fim do efeito da anestesia, a dor do corte irá limitar um pouco os movimentos por alguns dias e deve-se evitar carregar peso ou realizar a contração abdominal até a cicatrização dos pontos internos e externos. Nesse caso, a média de recuperação varia entre 30 e 40 dias. O Pilates deverá começar somente a partir deste momento para evitar hemorragias internas. Se quizer emagrecer rápido : AMAMENTE!!! Verá com que rapidez o corpo vai voltar a antiga forma se você amamentar o seu filho e ele agradece!

Ao retornar ao Pilates comece gradualmente, respeite o seu corpo, tenha uma alimentação saudável e faça uma atividade cárdio-vascular… As aulas podem ser individuais ou em grupos, com duração de uma hora, de uma a três vezes na semana, de acordo com os objetivos e condicionamento da gestante.

Este artigo pertence ao http://gestavida.blogspot.com/
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Ícone compartilhar | GestaVida Blog compartilhar
Ícone comentarios | GestaVida Blog VER COMENTÁRIOS
Autor do Post | GestaVida Blog
Escrito por:

GestaVida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(0) Comentários
  • binance h"anvisning

    Your article helped me a lot, is there any more related content? Thanks! https://accounts.binance.com/sv/register-person?ref=IJFGOAID

  • binance sign up bonus

    Thank you for your sharing. I am worried that I lack creative ideas. It is your article that makes me full of hope. Thank you. But, I have a question, can you help me?

Inscreva-se na
Trilha da Gestante Gestavida

e receba conteúdos
feitos para você