Médicos saem em defesa do parto natural, sem anestesia no ES

(2) comentários

campanha

Para reduzir os riscos de complicações, médicos no Estado saem em defesa do parto natural, que é feito sem medicamentos, anestesia ou cortes.
O ginecologista e obstetra Paulo Batistuta, membro da Rede pela Humanização do Parto e do Nascimento, explica que o parto natural depende de uma atitude solidária do médico, não de muita técnica.
“Eu me considero, no parto natural, o guardião do bem-estar da mãe e do bebê. Se algo fugir da normalidade, é a minha hora de interferir”, comentou.
Soraya Freitas, acompanhada do marido Daniel e do ginecologista Paulo Batistuta
O ginecologista e obstetra Otto Baptista, presidente do Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (SIMES), destacou que a recuperação no parto feito pelo canal vaginal é mais rápida.

Enquanto as mulheres que fazem cesariana ficam com pontos no abdômen e têm de retirá-los depois, aquelas que não fazem cirurgia, em geral, vão para casa 36 horas após o nascimento do bebê e não precisam passar por outros procedimentos.

O ginecologista, obstetra e sexólogo Elvídeo dos Santos diz que a vaidade é um dos obstáculos para o aumento de partos normais e naturais. Segundo ele, muitas mulheres acreditam que a passagem de um bebê pelo canal vaginal pode prejudicar o futuro das relações sexuais.

Autor: Antônio Moreira
Jornal A Tribuna – ES 06/12/2010

Este artigo pertence ao http://gestavida.blogspot.com/
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Ícone compartilhar | GestaVida Blog compartilhar
Ícone comentarios | GestaVida Blog VER COMENTÁRIOS
Autor do Post | GestaVida Blog
Escrito por:

GestaVida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(2) Comentários
  • uch token

    Reading your article helped me a lot and I agree with you. But I still have some doubts, can you clarify for me? I'll keep an eye out for your answers.

  • gate io kyc

    I agree with your point of view, your article has given me a lot of help and benefited me a lot. Thanks. Hope you continue to write such excellent articles.

  • Fabiana

    Em tempo:
    Vale ressaltar que não concordo com a menção feita pelo Dr Otto Batista (como também outros Obstetras) no jornal em questão.
    Sou a favor do PN e nascimento respeitoso como também o respeito ao protagonismo da Mulher.

  • Fabiana

    Engraçado
    Tenho uma matéria aqui em casa veiculada em jornal impresso em que DR Otto Batista praticamente condena o PN e enaltece a cesárea...
    ** Jornal A Tribuna

Inscreva-se na
Trilha da Gestante Gestavida

e receba conteúdos
feitos para você